logo olho site

Glaucoma e Prevenção Clínica

Glaucoma consiste em uma doença que atinge o nervo óptico (neuropatia óptica), estrutura responsável pela condução do estímulo visual da retina ao sistema nervoso central. Os principais fatores de risco envolvidos são hereditariedade (história familiar), raça, diabetes, doenças cardiovasculares, miopia, idade e pressão intraocular. Embora não sejam determinantes, são capazes de aumentar a probabilidade da existência do problema.
Trata-se de uma afecção silenciosa na grande maioria dos casos. Apenas o glaucoma agudo (primário ou secundário) é capaz de provocar sintomas iniciais (halos luminosos, dores incessantes, náuseas e vômitos). O glaucoma crônico infelizmente não mostra sua presença, exceto em estágios avançados quando o arsenal tecnológico que dispomos na atualidade nada ou muito pouco pode fazer para restabelecer a visão perdida.
Diagnóstico precoce, termo fundamental na medicina contemporânea, é também o ponto crucial para um bom prognóstico e tratamento adequado do glaucoma. Através de uma simples consulta oftalmológica de rotina pode-se evidenciar a presença do risco clínico para o glaucoma. Por meio de exames complementares tradicionais como exame de campo visual, ou então com auxílio de exames de maior complexidade como a OCT (Tomografia de Coerência Óptica), pode-se definir o momento certo para o inicio do tratamento e assim impedir o que é hoje umas das principais causas de cegueira no mundo moderno.
Glaucoma-1Glaucoma consiste em uma doença que atinge o nervo óptico (neuropatia óptica), estrutura responsável pela condução do estímulo visual da retina ao sistema nervoso central. Os principais fatores de risco envolvidos são hereditariedade (história familiar), raça, diabetes, doenças cardiovasculares, miopia, idade e pressão intraocular. Embora não sejam determinantes, são capazes de aumentar a probabilidade da existência do problema.

Continue Lendo

Diabetes e a visão

Diabetes ocular ou Retinopatia diabética é a causa mais comum de cegueira legal entre as idades de 20 e 65 anos. O problema ocorre pelo comprometimento dos vasos sanguíneos da retina, tecido interno do olho responsável pela visão. O tratamento adequado do diabetes, (que envolve dieta, exercícios físicos e tratamento clinico) e exames periódicos da retina são fundamentais para a prevenção da cegueira.
Nos casos em que já ocorrem algum comprometimento da visão o exame oftalmológico torna-se fundamental para manutenção de uma função visual adequada. Pode-se optar por tratamento consagrado mundialmente como a laserterapia ou então associa-lo a novas tendências baseadas em evidencias cientificas tais como a aplicação intraocular de medicações que inibem os efeitos deletérios do diabetes podendo até restabelecer, em alguns casos, a acuidade visual.
fundo_olho_normalretinopatia_diabeticaDiabetes ocular ou Retinopatia diabética é a causa mais comum de cegueira legal entre as idades de 20 e 65 anos. O problema ocorre pelo comprometimento dos vasos sanguíneos da retina, tecido interno do olho responsável pela visão.

Continue Lendo

Aberrometria

A aberrometria é um exame que estuda os defeitos refracionais do olho e “aberrações” ópticas que afetam de forma importante à qualidade da visão como ofuscamento, brilho e diminuição da visão noturna.

É indicada a pacientes candidatos à cirurgia refrativa, principalmente os que poderão utilizar formas personalizadas de tratamento.

 

Iridectomia (Laser)

A iridectomia a laser é uma perfuração na periferia da íris que tem como objetivo permitir a passagem direta do humor aquoso da câmara posterior para a câmara anterior.

É realizada com anestesia tópica, com auxílio de uma lente especial que se apoia sobre a córnea. É um procedimento rápido, indolor, executado com laser de YAG ou de argônio.

Um colírio anti-inflamatório é prescrito para ser usado por alguns dias. As complicações são geralmente mínimas e auto-limitadas.

Fotocoagulação (Laser)

A fotocoagulação a laser é utilizada no tratamento de problemas retinianos e tumores intra-oculares, entre outros, e deve ter muito critério para ser bem aplicada.

Assim, o laser é indicado para pessoas que apresentam doenças que afetam os vasos sanguíneos do olho, como ocorre nos diabéticos.

Pacientes que apresentam degenerações periféricas ou roturas na retina predisponentes ao deslocamento de retina também necessitam desse tratamento.

Capsulotomia (Yag Laser)

Exame de extrema utilidade no tratamento das opacificações capsulares posteriores após cirurgia de catarata com implante de lente intra-ocular.

É usado para fazer a abertura da cápsula opaca sem necessidade de uma nova intervenção cirúrgica. É também muito útil no tratamento dos glaucomas de ângulo fechado e hemorragias pré-retinianas.

Ceratoscopia Computadorizada

Também chamada de Topografia da Córnea, é o exame que mostra, ponto a ponto, as variações da curvatura corneana, permitindo o diagnóstico de patologias (a mais comum é o ceratocone) da superfície da córnea. É também muito utilizado para a adaptação de lentes de contato.

A ceratoscopia computadorizada é indicada para os seguintes casos: ceratocones, astigmatismos irregulares, pré-operatório das cirurgias refrativas, controle de retirada de pontos nos transplantes de córnea.

No último caso, dependendo da evolução do astigmatismo residual induzido pelo transplante de córnea, às vezes são necessárias algumas topografias com mais frequência, dependendo de cada caso.

Fundoscopia Sob Midríases

É um exame realizado para avaliar a estrutura interna do olho e registrar aspectos da retina.

Indicado para míopes, diabéticos, hipertensos, pacientes que realizarão procedimentos cirúrgicos.

Acuidade Visual com Laser

Trata-se de um exame indolor, que avalia o potencial de visão do paciente. Realizado principalmente em pacientes que irão submeter-se a cirurgia de catarata.

Integra a fase de diagnóstico, pois avalia previamente a probabilidade de benefício de um procedimento cirúrgico adequado ao caso em estudo.

Pacientes portadores de opacidades de meio, ou seja, situadas na córnea ou no cristalino realizam essa verificação com maior freqüência.

Confira também

  • Palestra com Dr. Guy de Sordi

    Palestra com Dr. Guy de Sordi, na próxima sexta-feira, no projeto Dia Viva Bem do Bensaúde.

    Palestra Bensaúde

  • Dia das Crianças

    dia das criancas2015

  • A Importância do Exercício Físico

    a_importancia_do_exercicio_fisicoA Importância do Exercício Físico na Promoção da Saúde

    Um grande número de evidências vêm demonstrando, cada vez mais, que o hábito da prática de exercícios físicos se constitui não apenas em instrumento fundamental nos programas voltados à promoção da saúde, inibindo o aparecimento de muitas das alterações orgânicas que se associam ao processo degenerativo, mas também na reabilitação de determinadas patologias que atualmente contribuem para o aumento dos índices de morbidade e mortalidade.