logo olho site

Dr. GUY SOARES DE SORDI

Desde criança, Guy Soares de Sordi já se preocupava em cuidar da saúde das pessoas. Claro que tudo era uma brincadeira, mas algo muito prazeroso. Nascido na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, foi criado numa fazenda e lá aprendeu a valorizar as coisas simples da vida (os valores e costumes regionais). Nesta época, também, entre as brincadeiras da infância, as experiências adolescentes, entre um trabalho e outro, o jovem rapaz decidiu investir em seus sonhos e assumir sua vocação: clinicar.
 
Após anos de estudos e dedicação, em 1987, o jovem interiorano formou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (uma das melhores do país). O que na infância era diversão e prazer tornou-se sua profissão, e ele a exerce com o mesmo fascínio e prazer de outrora.No início de carreira, o Dr. Guy atuou como médico-residente em Oftalmologia, na Santa Casa de São José do Rio Preto. Também trabalhou em diversas clínicas, até que em 2006, conseguiu instalar e inaugurar a Olho Clínica e Cirurgia, um ambiente moderno e espaçoso, em uma área nobre de São José do Rio Preto.O prazer que sempre o moveu, o fez buscar o conhecimento e o aprimoramento. Uma busca incansável pelo saber. Dr. Guy de Sordi fez “Felowship” na Universidade de Berna, na Suíça e no Ospedale S. Raffaele, em Milão, onde morou por 6 meses.Ele é especialista e membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (C.B.O); participante da Sociedade Brasileira de Catarata e Implantes Intra-oculares e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Refrativa, mas também atua junto ao Clube de Amigos Anel de Ferrara, como responsável pelo setor de cirurgia de Catarata e Transplante de Córnea da Santa Casa de São José do Rio Preto.Em síntese, esta é uma parte do trabalho e da vida do Dr. Guy Soares de Sordi, um ser privilegiado porque faz o que gosta, tem muito prazer nisso e, ainda, pôde realizar o acalentado sonho de criança: ser médico e cuidar das pessoas.
Após anos de estudos e dedicação, em 1987, o jovem interiorano formou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (uma das melhores do país). O que na infância era diversão e prazer tornou-se sua profissão, e ele a exerce com o mesmo fascínio e prazer de outrora.
No início de carreira, o Dr. Guy atuou como médico-residente em Oftalmologia, na Santa Casa de São José do Rio Preto. Também trabalhou em diversas clínicas, até que em 2006, conseguiu instalar e inaugurar a Olho Clínica e Cirurgia, um ambiente moderno e espaçoso, em uma área nobre de São José do Rio Preto.
 
O prazer que sempre o moveu, o fez buscar o conhecimento e o aprimoramento. Uma busca incansável pelo saber. Dr. Guy de Sordi fez “Felowship” na Universidade de Berna, na Suíça e no Ospedale S. Raffaele, em Milão, onde morou por 6 meses.
 
Ele é especialista e membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (C.B.O); participante da Sociedade Brasileira de Catarata e Implantes Intra-oculares e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Refrativa, mas também atua junto ao Clube de Amigos Anel de Ferrara, como responsável pelo setor de cirurgia de Catarata e Transplante de Córnea da Santa Casa de São José do Rio Preto.
 
Em síntese, esta é uma parte do trabalho e da vida do Dr. Guy Soares de Sordi, um ser privilegiado porque faz o que gosta, tem muito prazer nisso e, ainda, pôde realizar o acalentado sonho de criança: ser médico e cuidar das pessoas.

dr guyDesde criança, Dr. GUY SOARES DE SORDI já se preocupava em cuidar da saúde das pessoas. Claro que tudo era uma brincadeira, mas algo muito prazeroso. Nascido na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, foi criado numa fazenda e lá aprendeu a valorizar as coisas simples da vida (os valores e costumes regionais). Nesta época, também, entre as brincadeiras da infância, as experiências adolescentes, entre um trabalho e outro, o jovem rapaz decidiu investir em seus sonhos e assumir sua vocação: clinicar.

Após anos de estudos e dedicação, em 1987, o jovem interiorano formou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (uma das melhores do país). O que na infância era diversão e prazer tornou-se sua profissão, e ele a exerce com o mesmo fascínio e prazer de outrora.

No início de carreira, o Dr. Guy atuou como médico-residente em Oftalmologia, na Santa Casa de São José do Rio Preto. Também trabalhou em diversas clínicas, até que em 2006, conseguiu instalar e inaugurar a Olho Clínica e Cirurgia, um ambiente moderno e espaçoso, em uma área nobre de São José do Rio Preto.

O prazer que sempre o moveu, o fez buscar o conhecimento e o aprimoramento. Uma busca incansável pelo saber. Dr. Guy de Sordi fez “Felowship” na Universidade de Berna, na Suíça e no Ospedale S. Raffaele, em Milão, onde morou por 6 meses.

Ele é especialista e membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (C.B.O); participante da Sociedade Brasileira de Catarata e Implantes Intra-oculares e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Refrativa, mas também atua junto ao Clube de Amigos Anel de Ferrara, como responsável pelo setor de cirurgia de Catarata e Transplante de Córnea da Santa Casa de São José do Rio Preto.

Em síntese, esta é uma parte do trabalho e da vida do Dr. Guy Soares de Sordi, um ser privilegiado porque faz o que gosta, tem muito prazer nisso e, ainda, pôde realizar o acalentado sonho de criança: ser médico e cuidar das pessoas.

Dr. CLAYTON ROCHA LARA CARRERA

Dr. Clayton Rocha Lara Carrera, no ano de 2002 graduou-se em medicina pela FAMERP, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. Fez Residência Médica em Oftalmologia na Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP.
 
É responsável pelo projeto de pesquisa sobre "Incidência de Degeneração Macular relacionada à idade após facectomia".
 
Em 2006 recebeu o título de Especialista em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia.
 
Atualmente integra o Corpo Clínico da OLHO CLÍNICA E CIRURGIA.

dr claytonDr. CLAYTON ROCHA LARA CARRERA, no ano de 2002 graduou-se em medicina pela FAMERP, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. Fez Residência Médica em Oftalmologia na Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP.

É responsável pelo projeto de pesquisa sobre "Incidência de Degeneração Macular relacionada à idade após facectomia".

Em 2006 recebeu o título de Especialista em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Atualmente integra o Corpo Clínico da OLHO CLÍNICA E CIRURGIA.

Dr. FAUSTO TAVARES SILVA

dr faustoDr. FAUSTO TAVARES SILVA – graduado em 2004 na Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE em Medicina . 2010 – Residência Médica em Oftalmologia no Hospital CEMA – São Paulo , tornando –se membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma e Sociedade Brasileira de Catarata e Implante de Lentes Intra Oculares.

Atualmente integra o Corpo Clínico da OLHO CLÍNICA E CIRURGIA.

Confira também

  • Teste e Adaptação de Lentes de Contato

    As lentes de contato são utilizadas para a correção de diversos problemas óticos. Além dos benefícios estéticos, oferecem maior conforto e são uma opção interessante para quem não pode ser operado. Em alguns casos específicos, o uso de lentes apresenta resultados mais eficientes do que o uso de óculos.

    No mercado existem inúmeras opções como: lentes gelatinosas esféricas para uso diário, descartáveis, tóricas, multifocais, filtrantes, terapêuticas, coloridas, lentes rígidas de todos os materiais, siliconadas, fluorcaronadas, híbridas, flexíveis etc. Por isso a escolha deve ser orientada por um oftalmologista.

    Através de uma minuciosa avaliação do estilo de vida e da fisiologia do olho do paciente é possível descobrir a lente de contato mais indicada para cada problema.

    Também é fundamental um teste de adaptação, que consiste em:
    • Medição da curvatura da córnea (ceratometria);
    • Ocasionalmente, é feito o mapeamento da superfície (topografia) e medida da espessura corneana (paquimetria);
    • Refração inicial para determinação do grau das lentes;
    • Colocação de lentes de teste baseadas na refração inicial, por 10 a 20 minutos;
    • Nova refração, com as lentes de teste;
    • Avaliação da adaptação das lentes de teste com o aparelho chamado “lâmpada de fenda”;
    • Modificações na adaptação com base em observações na lâmpada de fenda.
  • Água o Diamante Azul

    agua_o_diamante_azulO planeta Terra, que deveria ser chamado de planeta água, já que 3/4 dele é de água, lembrando que apenas 2,5 % é potável. O restante são neve e geleiras, menos de 2% da água existente pode ser usada pelo ser humano.

    Todas as mudanças climáticas tem tornado a água um problema global. De acordo com a Unicef menos da metade da população mundial tem acesso à água potável.
  • Fibromialgia

    fibromialgiaA fibromialgia não deve ser encarada como uma doença que necessita de tratamento, mas sim como uma condição clínica que requer controle. Isso porque, na pessoa predisposta, suas manifestações ocorrem ao longo da vida, na dependência de uma gama de fatores físicos e emocionais. Neste contexto, as manifestações devem ser tratadas considerando sua gravidade.